Projetos

Nesta secção podemos encontrar informação relativa a projetos que a escola desenvolve. Read More

Ligações

Nesta secção podemos encontrar várias ligações. Read More

Informação sobre as atividades a realizar durante a suspensão das atividades com alunos

Caros encarregados de educação e alunos Como já é do conhecimento público, o Governo decidiu proceder à suspensão das atividades com alunos nas escolas, de 16 de março a 13 de abril. Assim, durante este período não haverá atividades letivas presenciais pelo que recomendamos que sejam cumpridas as regras de higiene, de distanciamento social e, sobretudo, de contenção da participação dos alunos em atividades, iniciativas e deslocações a locais que potenciem o contágio. Nem alunos nem professores estão de férias pelo que, os professores de cada turma irão elaborar atividades que os alunos terão de desenvolver em casa e enviarão as mesmas através de email ou outro meio eletrónico. Recomendamos que os alunos se esforcem para conseguir dar cumprimento às mesmas com sucesso e que os encarregados de educação façam o necessário acompanhamento. Estou certo de que se todos colaborarmos conseguiremos ultrapassar esta fase com sucesso e com perdas mínimas. Durante este período os alunos com escalão A que tenham necessidade de almoçar durante a próxima semana deverão inscrever-se aqui até domingo dia 15 de março. Read More

Logo que existam informações disponíveis serão aqui disponibilizadas.

Dadas as restrições impostas relacionadas com o período que estamos a atravessar os Pedidos de Certidões de Habilitações devem ser feitos por email (This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.) indicando os seguintes dados:

- Nome completo

- nº do cartão de cidadão (completo)

- data de nascimento

- Nome do pai

- Nome da mãe

- Morada

 

A certidão será enviada por email. O original ficará nos serviços para ser levantado posteriormente (após as restrições impostas).

Caros encarregados de educação e alunos

Como já é do conhecimento público, o Governo decidiu proceder à suspensão das atividades com alunos nas escolas, de 16 de março a 13 de abril. Assim, durante este período não haverá atividades letivas presenciais pelo que recomendamos que sejam cumpridas as regras de higiene, de distanciamento social e, sobretudo, de contenção da participação dos alunos em atividades, iniciativas e deslocações a locais que potenciem o contágio.

Nem alunos nem professores estão de férias pelo que, os professores de cada turma irão elaborar atividades que os alunos terão de desenvolver em casa e enviarão as mesmas através de email ou outro meio eletrónico. Recomendamos que os alunos se esforcem para conseguir dar cumprimento às mesmas com sucesso e que os encarregados de educação façam o necessário acompanhamento. Estou certo de que se todos colaborarmos conseguiremos ultrapassar esta fase com sucesso e com perdas mínimas.

Durante este período os alunos com escalão A que tenham necessidade de almoçar durante a próxima semana deverão inscrever-se aqui até domingo dia 15 de março.

O Serviço de Psicologia e Orientação está disponível para atender os alunos e encarregados de educação que necessitem de apoio psicológico neste momento. Para fazer o pedido devem preencher o formulário.

As questões dos alunos do Secundário relativas aos Exames e Acesso ao Ensino Superior devem continuar a ser colocadas pelo e-mail habitual - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Vamos Vencer!

Marisa Silva

Pedro Leão

Banner2020 min

Há uma coisa que caracteriza os Alunos, os Funcionários e os Professores da nossa Escola, quando fazemos, fazemos bem! 

São muitos os exemplos!

Podemos não ter uma escola de luxo, mas temos o mais importante, as pessoas! Pessoas que dão sempre o seu melhor, mesmo quando as condições não são as ideais!

E agora é mais um desses momentos, em que os alunos da Coelho e Castro de Fiães, vão mostrar que sabem fazer bem! Por uns tempos o nosso lema vai ser FICA POR CASA PARA IRES MAIS LONGE! VAMOS CONSEGUIR!

Como sabem a interrupção das aulas, tem como objectivo limitar a propagação do COVID - 19 , a interrupção só é eficaz se for cumprido o isolamento social!

Nenhum de nós quer ficar com certeza associado aos comportamentos de hooliganismo social que vimos recentemente, porque na realidade os alunos da Coelho e Castro de Fiães quando fazem, fazem bem! Neste caso permanecendo em casa!

Não se esqueçam que se todos colaborarmos, não contribuindo para novos casos e mantendo o Serviço Nacional de Saúde funcional, mais rapidamente a vida de todos nós voltará à normalidade.

Há ainda algo mais que poderemos todos fazer bem, que é o bom uso da informação e das redes sociais.

Devemos, a bem da nossa saúde mental, não nos expormos demasiado e muito menos se tiverem irmãos mais novos ou avós idosos a avalanches de "más notícias". A este propósito a Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) fez várias recomendações.

Consultem apenas informação fiável nomeadamente da DGS - Direcção Geral de Saúde (também aqui), da OMS (também aqui) ou por exemplo do jornal Público que por estes dias tem o seu site aberto. Ou ainda do Polígrafo que tem um fact-check em colaboração com a DGS.

Não difundam via redes sociais notícias falsas ou alarmistas, de sites ou páginas de carácter duvidoso! Não há "receitas milagrosas" para a COVID-19, aliás esta situação deita por terra o comportamento lamentável que se tem verificado noutros países de resistência às vacinas.

Não nos devemos esquecer que quem está no terreno - DGS, pessoal de saúde, forças de segurança e todas as pessoas que irão permanecer a trabalhar, tentam e tentarão dar o seu melhor numa situação que é absolutamente nova para todos! Com o tempo poderão sofrer de desgaste físico e psicológico pelas horas de trabalho acumuladas. Por isso nesta fase, todo o nosso apoio e incentivo enquanto comunidade é importante - a primeira ajuda é não ficarmos doentes e cumprindo o que nos é exigido de forma cívica!

Por isso para quem está no terreno é sempre melhor elogiar, sugerir, do que criticar com ironia, de forma ácida ou exigir o impossível, como muitas vezes observamos nas redes sociais. Informação errada, alarmista ou derrotista difundida pela comunidade também dificulta o trabalho destes profissionais!

Por fim ficam aqui algumas dicas elaboradas pela Ordem dos Psicólogos:

Como lidar com uma situação de isolamento

Como lidar com uma situação de isolamento se for uma cidadão sénior (ou seu familiar)

Como lidar com o stress no surto de COVID-19

Como ajudar as crianças a lidar com o stress no surto de COVID-19 

Estar de quarentena não é como estar de férias. Guia para manter a saúde mental

E pelo jornal Público:

O novo Coronavírus: factos, respostas, previsões

Estou de Quarentena e agora?

Dos sintomas aos cuidados a ter: sabe tudo sobre o coronavírus?

E estes dias também serão um bom momento, para continuarem a aprender e conhecer coisas novas como forma de ocupar o tempo:

Plano Nacional de Leitura

RTP Ensina

Academia Aga Khan

Porto Editora e Leya com aulas gratuitas para todos

Até breve!

PS: O humor também protege a nossa saúde mental. Mas neste caso é um humorista que nos deixa um testemunho de cidadania.

Não pretendo dar lições de moral porque não tenho estudos para isso. Também não pretendo criticar ninguém, porque sei que a crítica mal digerida pode incendiar o efeito contrário. Pretendo única e simplesmente partilhar o que tenho feito nos últimos dias, sirva a quem servir. O desconhecido dá medo, é o escuro das crianças. No entanto, há já coisas que sei que devo fazer para evitar que os números de casos se multipliquem, e estou a fazer a minha parte. Antecipar, diria que é uma boa palavra. Antecipar, para não remendar o pior dos cenários.
Não achar que a contenção é cobardia, antes um trunfo.
Tenho a família resguardada em casa, saímos só para o estritamente necessário, e mantemos a calma. Há uma coisa importante no meio disto tudo: a negação do problema não o elimina, só o incendeia. Não é por me sentir saudável que sigo a vida como se nada estivesse a acontecer. Posso a qualquer momento contrair o vírus, e antes de ter sintomas espalhar a quem não tem sistema imunitário forte o suficiente para o combater. Isto não é sobre mim, é sobre uma coisa maior do que eu. É sobre nós. E é esse degrau mental que me faz ter consciência que a minha prioridade tem de ser colectiva, e não minha e do meu espelho. Não ceder ao pânico, o pânico é um vírus que mata por dentro. Faço as compras para os dias que se seguem, e não para os meses que estão por vir. Há idosos e pessoas com menos disponibilidade financeira que precisam de prateleiras de supermercado que não estejam repletas de medo. Cancelei viagens ao estrangeiro que tinha no final deste mês. Perdi dinheiro, ganhei tempo. Não acontece só aos outros. Os outros somos nós. Hoje mais do que nunca. Mantenho as crianças informadas, não multiplico o que leio na imprensa, não faço vista turva. Filtro.
Não ceder à histeria nem à indiferença, são os dois contagiosos. Acreditar que todos juntos ultrapassaremos isto. São tempos confusos, mas a luta será ganha. Não olhar para os números de infectados em Portugal e achar que são poucos e que “ainda não é tempo de agir”. É agora, está a acontecer.
Nesta história não há nós e eles, há todos. E juntos, não tenho dúvidas disso, vamos escrever o melhor final que esta história pode e merece ter.